Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual

Mapa do Brasil na Lua

O Mapa do Brasil na Lua - The Map of Brazil on the Moon

A descoberta do "Mapa do Brasil na Lua":

Conheça o artigo sobre a descoberta do "Mapa do Brasil na Lua", escrito por Prof. Ricardo José Vaz Tolentino do Vaz Tolentino Observatório Lunar, para o conceituado BOLETIM OBSERVE (edição maio/2011), do NEOA - JBS (Núcleo de Estudos e Observação Astronômica "José Brazilício de Souza" ), de Florianópolis, vinculado ao Instituto Federal de Santa Catarina, que tem como Coordenador de Observações Astronômicas o nosso amigo Alexandre Amorim (http://costeira1.astrodatabase.net/).

                                              

                                                    ImagemAbrangância da região apresentada nas fotos abaixo, enfocando o Mapa do Brasil na Lua - VTOL.                                                  

Cratera C. Mayer D: uma notável semelhança com o mapa do Brasil.

C. Mayer D (Lat: 62.1º N / Long: 18.6º E – Foto no Mapa LAC 13) é uma cratera de formato irregular, com diâmetro médio em torno de 70 Km e 1,5 km profundidade máxima, localizada no quadrante nordeste, perto do limbo norte da Lua.

À noroeste de C. Mayer D, junto à sua borda, posiciona-se a cratera C. MAYER (coordenadas selenográficas Lat: 63.2º N , Long: 17.3º E, diâmetro: 38 Km, profundidade: 3 Km), da qual C. Mayer D herdou o nome, que foi definido em 1935 pela IAU (International Astronomical Union) em homenagem ao astrônomo e professor tcheco Christian Mayer (1719 – 1783). Analisando as imagens da região, chega-se à conclusão de que C. MAYER é uma cratera mais profunda e mais recente que C. Mayer D, pois suas bordas adentram os limites de C. Mayer D, que tem o piso coberto por lava e as paredes que delimitam seu contorno sofreram desmoronamentos e muitos desgastes provenientes por efeitos de micro impactos.

C. Mayer D apresenta um formato muito semelhante ao mapa do Brasil, inclusive com a presença de um impacto central, que criou a cratera C. Mayer F (coordenadas selenográficas Lat: 62.0º N , Long: 19.5º E), com 9 Km de diâmetro e 1,2 Km de profundidade, justamente na posição de Brasília.

                                                             

Foto executada com apenas 1 frame em 22‎ de ‎fevereiro‎ de ‎2011, ‏‎02:31:18.

Para encontrar C. Mayer D, parte-se da bela dupla de crateras EUDOXUSARISTOTELES, localizadas logo ao norte dos MONTES CAUCASUS. Traça-se uma reta imaginária em direção ao norte, partindo no centro da cratera EUDOXUS e chegando ao centro da cratera ARISTOTELES. Desse ponto, continua-se com a reta, cerca de uma vez e meia da distância anterior, atravessando o MARE FRIGORIS, até chegar-se à cratera C. Mayer D, na parte do “mapa” que representaria o Estado do Rio Grande do Sul.

                                                    

A distância entre ARISTOTELES e C.Mayer D, de borda a borda, é de aproximadamente 300 Km.

O melhor período para observação de C. Mayer D seria no sexto e sétimo dias após a Lua Nova e no quarto e quinto dias após a Lua Cheia.

Vaz Tolentino Observatório Lunar (www.vaztolentino.com.br) capturou a imagem da cratera C. Mayer D mostrada abaixo, a qual carinhosamente foi “batizada” como “Terra Brasilis”, no dia 22/02/2011, às 02h31m, hora local (4 dias após a Lua Cheia).

Foto executada com 300X de aumento e apenas 1 “frame”, utilizando o telescópio refletor dobsoniano SkyWatcher Flex Tube de 305mm, câmera Orion StarShoot Solar System Color Imaging III Barlow Celestron Ultima 2X.

Nunca antes se tinha ouvido falar sobre o mapa do Brasil na Lua!

Foto: Mapa do Brasil na Lua - Map of Brazil on the Moon.

Foto: O Mapa do Brasil na Lua (foto por Tolentino) e o Astronauta Marcos Pontes (foto por joão Marcos).

O astronauta brasileiro Marcos Pontes e o mapa do Brasil na Lua !

Durante o 17º EREA (Encontro Regional de Ensino de Astronomia), realizado em maio de 2011 em Belo Horizonte, o VTOL (Vaz Tolentino Observatório Lunar), expôs algumas fotografias da Lua. Nessa oportunidade, o astronauta brasileiro Marcos Pontes ficou muito admirado por saber da existência de uma cratera lunar com o formato do mapa do Brasil. O astronauta elogiou muito nossa foto e disse que nunca ouviu falar sobre a existência do “mapa do Brasil na Lua”. Trata-se da Cratera C. Mayer D, fotografada pelo VTOL em fevereiro/2011, carinhosamente “rebatizada”  por nossa equipe como “Terra Brasilis”.

A foto do mapa do Brasil na Lua foi publicada no website americano LPOD (Lunar Photo Of the Day) e no periódico australiano The Maitland Mercury Magazine.

Foto executada com apenas 1 frame em 0‎5‎ de ‎maio‎ de ‎2018, ‏‎02:00:12 (05:00:12 UT). No detalhe menor: 22‎ de ‎fevereiro‎ de ‎2011, ‏‎02:31:18.

Buzz_aldrin

Os 91 anos do astronauta Buzz ...
Os 91 anos do astronauta Buzz Aldrin.
O astronauta Buzz Aldrin completa hoje (20/01/2020 - dia de São Sebastião, padroeiro do Rio de Janeiro) 91 anos!!! Edwin Eugene Aldrin Jr., mais conhecido como Buzz Aldrin, formado engenheiro mecânico, piloto e astronauta ... Leia mais

O astronauta Buzz Aldrin completa hoje (20/01/2020 - dia de São Sebastião, padroeiro ... Leia mais
20/01/2021
Logo_duplo

Reconhecimento Internacional - ...
Reconhecimento Internacional - VTOL.
Boa noite! Além de suas atividades de pesquisas selenográficas, execução de palestras em escolas, grupos de escoteiros, grupos de igrejas, encontros nacionais, feiras de tecnologias, observações ... Leia mais

Boa noite! Além de suas atividades de pesquisas selenográficas, ... Leia mais
19/01/2021
Space-time-life3

Espaço / Tempo / Vida - por Nelson ...
Espaço / Tempo / Vida - por Nelson Travnik
ESPAÇO - TEMPO - VIDA Os piores anos de nossas vidas NELSON TRAVNIK Iniciamos nesse 1º de janeiro, mais uma jornada ao redor do Sol. Nosso planeta na estonteante velocidade média de 29,5 km/s, irá percorrer nesses 365 ... Leia mais

ESPAÇO - TEMPO - VIDA Os piores anos de nossas vidas NELSON TRAVNIK Iniciamos nesse ... Leia mais
19/01/2021
Bo!

Boletim Observe! do mês de janeiro ...
Boletim Observe! do mês de janeiro de 2021.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de janeiro de 2021 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição atual do ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de janeiro de 2021 está disponível ... Leia mais
28/12/2020