Usa Flag / English Version Bandeira do Brasil / Versão em Português
CURRENT MOON
Lua atual
Os "saucers" (pires) no amplo piso interno de PTOLEMAEUS.
(créditos: Vaz Tolentino.)

Informações sobre a Foto

Os "saucers" (pires) no amplo piso interno de PTOLEMAEUS.

(créditos: Vaz Tolentino.)
 
A cratera PTOLEMAEUS (diâmetro: 158,3 Km, profundidade: 2,4 Km, coordenadas selenográficas: LAT: 09° 12′ 00″ S, LON: 001° 48′ 00″ W) foi criada no período Pré-Nectárico (de 4,5 bilhões até 3,92 bilhões de anos atrás) e originalmente tinha cerca de 5,5 Km de profundidade. Porém, após seu interior ter sido inundado por lava basáltica, o piso interno ficou mais raso, com cerca de 2,4 Km de profundidade. O nome PTOLEMAEUS homenageia Claudius Ptolemaeus (90 - 168), que foi um escritor greco-romano de Alexandria, conhecido por ser matemático, astrônomo, geógrafo, astrólogo e poeta.
 
No amplo piso interno de PTOLEMAEUS existem algumas depressões "fantasmas", muito rasas e superficiais, conhecidas como "saucers" ("pires"). Esse "saucers" parecem ser leves depressões sem aro, que são revelados sob iluminação solar em ângulo raso, quando o "terminator" está próximo, no amanhecer ou entardecer lunar na região.
 
O "pires" mais proeminente localizado ao norte da cratera AMMONIUS (diâmetro: 8 Km, profundidade: 1,86 Km) é designado Ptolemaeus B (diâmetro: 17 Km, profundidade: 733 m).
 
A grande cratera do período Nectárico (de 3,92 até 3,85 bilhões de anos atrás) conhecida como ALBATEGNIUS (diâmetro: 131 Km, profundidade: 3,2 Km), localizada cerca de 24 Km a sudeste de PTOLEMAEUS, também possui "saucers" em seu grande piso. Porém, tais "saucers" são menores em diâmetro do que aqueles encontrados em PTOLEMAEUS e, consequêntemente, mais difíceis de detectar.
 
A explicação para os "saucers" de PTOLEMAEUS e também os de ALBATEGNIUS, é que eles são crateras de impacto menores subsequêntes, que se formaram nos amplos pisos já inundados por lava basáltica dessas duas grandes crateras. Mais tarde, tais crateras menores foram cobertas por materiais lisos, muito provavelmente por materiais fluidos derretidos ejetados no colossal impacto que criou a enorme Bacia Imbrium (bacia criada no período Ímbrico Inicial: de 3,85 até 3,73 bilhões de anos atrás), uma vez que, PTOLEMAEUS e ALBATEGNIUS, já existiam quando a Bacia IMBRIUM foi criada.
 
Foto executada com apenas 1 frame em 19‎ de ‎junho‎ de ‎2010, ‏‎18:55:08 (21:55:08 UT).
So2

Blog "Sky and Observers" - março / ...
Blog "Sky and Observers" - março / 2019.
Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog "Sky and Observers" os seguintes assuntos: Ocultação: A ocultação de Saturno pela Lua em 29 de março 2019 ... Leia mais

Olá pessoal! Neste mês (março/2019) estão publicados no Blog ... Leia mais
05/03/2019
Bo

Boletim Observe! do mês de março ...
Boletim Observe! do mês de março de 2019.
Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está disponível no endereço eletrônico mencionado a seguir: http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/observe.pdf Leia a edição ... Leia mais

Nobres colegas: O Boletim Observe! do mês de março de 2019 está ... Leia mais
05/03/2019
Apollo_11_landing_s%e2%81%abite

Reveja a bela imagem do local de ...
Reveja a bela imagem do local de alunissagem da missão APOLLO 11, feita pela sonda lunar americana LRO.
A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou seu melhor visual do local de pouso da APOLLO 11 na Lua. A imagem, que foi lançada em 7 de março de 2012, mostra até mesmo os ... Leia mais

A Câmera da sonda lunar robótica americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO) tirou ... Leia mais
16/02/2019
Opportunity

Opportunity está inoperante após ...
Opportunity está inoperante após 15 anos de atuação recorde em Marte.
Opportunity, o veículo explorador robótico ("rover") da NASA, que pousou em Marte em 25 de janeiro de 2014, está inoperante após 15 anos de atuação recorde no planeta vermelho. Uma das grandes ... Leia mais

Opportunity, o veículo explorador robótico ("rover") da NASA, que pousou em ... Leia mais
13/02/2019